Camisola branca de mangas compridas 1980/81

A pedido de um amigo colecionador fui averiguar mais exatamente em que jogos teria sido usado este modelo de camisolas,  branca de mangas compridas 1980/81.

Em primeiro lugar, no início da época foi usado um modelo de mangas curtas, o qual é diferente. FOI nojogo da 8ª jornada contra o Sp. Espinho. Nesta foto não se vê muito bem, mas pronto, quem quiser arranje uma melhor :) 0Depois, fui averiguar em que jogos teria sido usado o modelo de mangas compridas. Encontrei dois e apenas dois:

- 22ª Jornada SPORTING – V. Setúbal

- 28ª Jornada SPORTING – Portimonense

E aqui estão fotos desses dois jogos:

00

 

Formação início anos 1980

Fim dos anos 1970, início dos anos 1980. Camisola da formação. Esta camisola foi oferecida ao fiscal de linha Chris van de Laar após o jogo contra o Atlético de Bilbao de 11 de dezembro de 1985, quando ele pediu uma para o seu filho Roy, que na altura tinha 12 anos. É de tamanho correspondente, e é uma beleza!

O emblema é típico do fim dos anos 1970, a partir de 1979, e início dos anos 1980.

Camisola de Voleibol do Sporting Clube de Matosinhos

O Sporting Clube de Matosinhos é a Filial nº 36 do Sporting. Esta é uma camisola de Voleibol, dos anos 1990.

Um grande abraço ao meu amigo David Almeida que ma cedeu!

Vejam aqui camisolas de muitas filiais. E estou sempre à procura de mais!

http://www.verdebranco.net/mundo-Sporting/filiais-do-Sporting.html

Alfredo Pinheiro

Uma camisola espantosa de Andebol, do Alfredo Pinheiro, um dos “7 Magníficos” do Andebol, que ganharam o pentacampeonato e que em 8 possíveis campeonatos nacionais venceram 7.

Leiam a biografia deste enorme jogador na Wiki Sporting: http://www.forumscp.com/wiki/index.php?title=Alfredo_Pinheiro

Foi agora oferecida ao meu amigo colecionador Hugo Costa, parabéns amigo!

Colecionadores

Hoje por motivos escusos, declarei o meu “credo” de colecionador a um amigo sportinguista:

1. Camisolas há muitas, amigos há poucos. Daqui vem, que só tenho uma palavra, que já cumpri mesmo em ocasiões que percebi que estava a ser enganado. Como diz o meu amigo Ivo, “Honesty and trust“.

2. É preciso saber deixar camisolas ir. Mesmo que sejam fantásticas. Mais vale perder uma hoje, do que pagar mais do que vale, e para todo o sempre os preços serão inflacionados. Mais ainda: se vale 100, e pago 200, para o mês o mesmo vendedor vai pedir 300. É preciso não passar dos 100, e se for para outro, paciência, para o mês, ano, ou década, há mais.

3. Nunca ter inveja. Gosto de ver camisolas maravilhosas nas mãos de quem as aprecia. Não gosto de as ver nas mãos de quem não é sportinguista. Mas recuso-me a invejar quem as tem, fico contente com a minha coleção, e também com a coleção dos outros colecionadores.