Category Archives: Puma

Amigos

Estas são duas camisolas espectaculares! Em princípio são completamente diferentes. Uma é uma camisola alternativa do futsal do Sporting, do Deo de 2006/07. Outra é muito mais antiga, é uma camisola feita pela casa portuguesa Atleta, e é do início dos anos 1980, provavelmente 1982. Vejam lá então:

Em primeiro lugar: sim, o patrocinador do futsal em 2006/07 foi mesmo o “Aleluia Cerâmicas”, a camisola está certíssima!

Em segundo lugar, conheço uma pessoa ligada à família que fez a casa Atleta. As três estrelas representam três irmãos leais. Para além de coleccionador de camisolas, é um grande sportinguista, e aqui está a prova, uma foto dele com uma camisola da marca Atleta, ao lado do Capitão Manuel Fernandes em 1982!

Athleta-Manuel-Fernandes

Mas então, o que é que estas camisolas têm em comum? É simples – amigos. Nesta vida de coleccionador de camisolas, encontra-se de tudo, mas se há o lado mau, há o lado fantástico, quando aparecem pessoas que valem a pena. O lema do verdebranco aprendi-o com o meu amigo Nuno Ruivo, que conheci por causa de uma certa camisola do Rui Jordão: “Camisolas há muitas, amigos há poucos”. E o mesmo se passou agora. Foi o meu amigo Luís Gomes, português radicado no Brasil, coleccionador de camisolas do Benfica, quem encontrou estas duas camisolas no Brasil, e as conseguiu para mim. Sem a sua ajuda nunca as teria. As camisolas são excelentes, mas ainda melhor é o gesto de ajudar sem nada ganhar, apenas pelo gosto de o fazer. E finalmente, tenho que agradecer ainda ao meu amigo Paulo José, coleccionador de camisolas de guarda-redes, do Benfica mas também de outros clubes, que foi quem me fez chegar as camisolas às mãos!

Um enorme e sentido obrigado fica aqui registado!

Quarta alternativa preta 2011/12

Esta camisola não é de jogo, mas disto há pouco! Foi a camisola de reserva de 2011/12 para a Liga Europa, mas acabou por ser usada também nas competições nacionais. Sempre com patch, que esta não tem. Mas estas camisolas não foram vendidas, e esta vem de dentro do Sporting. É uma camisola preparada para o Daniel Carriço, que não chegou a ser usada por isso não levou o patch.

camisola preta do Adrien Silva Sporting 2011/12

equipamento do Sporting do futebolista Adrien Silva

Duas camisolas de 2009/10

Pois, 2009/10 foi o famoso “ano do babete“. Temos várias camisolas de jogo dessa época, e aqui vão mais duas.

A primeira é o modelo usado na pré-época, por exemplo no Troféu Albufeira, e também na Taça de Portugal. Não tem patch, e o modelo do nome e número é o usado nas competições europeias. Não sabemos de qual jogo é, mas é uma camisola excelente, não fora o problema de ter o patrocínio da Superbock ligeiramente danificado

camisola do Abel 2009/10

equipamento do Sporting do futebolista Abel

A segunda é do Rochemback, e não foi usada em jogo; ele ainda jogou no início da época, mas era Verão e de certeza que não usou mangas compridas. Esta é portanto uma camisola preparada.

camisola do Rochemback 2009/10

equipamento do Sporting do futebolista Rochemback

Uma camisola estranha: Yannick Pupo

Esta camisola do Yannick Pupo à primeira vista é estranha. Pupo veio dos juniores do Corinthians para o Sporting, onde jogou nos juniores numa só época, 2006/07, depois voltou para o Brasil onde ainda joga. Mas esta camisola é de 2007/08, tem a numeração usada na Europa, mas sem patch. Tem ainda o patch no ombro do Sapo ADSL de um tipo que só foi usado nas camisolas de jogo, nas réplicas era diferente. À primeira vista parece ser um engano do roupeiro.

Mas acontece que o Yannick Pupo em 2007/08 ainda fez vários jogos com o Sporting, incluindo o jogo de apresentação. E é desse jogo de apresentação que esta camisola vem! Na primeira parte usámos as camisolas listadas; na segunda as alternativas, e exactamente como esta. Yannick Pupo entrou na segunda parte, e fica o mistério explicado.

camisola do Yannick Pupo

equipamento do Sporting do futebolista Yannick Pupo

equipamento jogo de apresentação contra o Huelva do Yannick Pupo

apresentacao-contra-o-Huelva-do-Yannick-Pupo

Macron vs Adidas, Reebok, e Puma, em fotos

Pedi ao meu amigo Hugo Costa que tirasse fotos da nova camisola Macron do Sporting ao lado de camisolas antigas, das três marcas anteriores: Adidas, Reebok, e Puma, que no seu todo representam mais de 20 anos de equipamentos do futebol do Sporting. Estão aqui as fotos. Sem comentários, cada um que pense o que quiser!

Adidas9495-Macron1415-1 Adidas9495-Macron1415-2 Adidas9697-Macron1415-1 Adidas9697-Macron1415-2 Telecel9900-Macron1415-1 Telecel9900-Macron1415-2 PT0001-Macron1415-1 PT0001-Macron1415-2 Puma0607-Macron1415-1 Puma0607-Macron1415-2

A turma de verde/verde

Já há muitos anos que apareceu o buraco verde nas costas das camisolas. Antes, no antigamente, havia um número preto, em feltro ou em pano, por cima das listas. depois, para se ver melhor começaram a ter um quadrado de pano branco por cima do qual coziam o número. O quadrado era o mais pequeno possível!

Com a Adidas o pano foi substituído por uma interrupção das listas, o mais pequena possível para meter o número.

Foi com a Reebok que apareceu o buraco mesmo buraco: foi em 2004/05, e era um buraco branco, enorme.

No ano do Centenário não houve buraco, tivemos camisolas praticamente perfeitas.

Com a Puma, o buraco instalou-se de forma quase definitiva, em verde, enorme. Com listas interrompidas, em geral apenas com uma ou duas listas no fundo das costas. Muito feio, tal como quando a Reebok o fez, mas pelo menos o Sporting em diversas épocas vendeu camisolas listadas puras. Nem sempre, mas muitas vezes.

Em 2011/12 e 2012/13, nas competições nacionais as camisolas foram de novo perfeitas, listadas puras. Na Europa a UEFA não deixa (há filhos e enteados), e lá havia o buraco. A verdade é que com o número negro modelo da Liga em cima das listas, via-se mal. à distância no estádio, ou na TV, não se via nada. Mas eram lindas.

No último ano da Puma voltou o buraco verde, com duas listas no fundo. Mas havia uma versão listada pura à venda, a camisola comemorativa da Taça das Taças.

Este ano, com a Macron, temos um buraco verde puro, que, tal como os buracos negros engolem toda a uz, este engole todo o branco. Não há lista nenhuma, são mesmo costas totalmente lisas. Nunca antes tivemos isto.

E não, não gostamos, nem eu nem ninguém, à parte provavelmente da UEFA. Aliás, com os calções verdes, já faltou mais para equiparmos com cor única – totalmente de verde, sem listas. Passaremos a ser “a turma de verde/verde”.

A Stromp clandestina de 2012/13

As camisolas Stromp de 2010/11 e 2011/12 tinham sido assim assim, com as costas não bipartidas mas praticamente quadripartidas – se não acreditam, vão ver! Por ex. aqui. Chegámos ao início da época 2012/13 e… não houve Stromp! Pela primeira vez desde 1995/96.

A razão foi pura e simplesmente comercial – os Stromp em geral mantêm-se durante dois anos, e mesmo assim ainda havia stock por vender. A verdade é que de há alguns anos a esta parte que a equipa de futebol usa o Stromp muito pouco, por vezes só em um ou dois jogos da Taça de Portugal, e como longe da vista longe do coração, mutatis mutandis, se os jogadores não vestem os adeptos não compram.

Mas a Puma mesmo assim preparou um novo modelo, que mostro aqui! E é fantástico, provavelmente o mais bonito desde o do Centenário. Linhas simples, puras, é uma camisola que teria enchido qualquer sportinguista de orgulho – excepto que vem da pior época de sempre. Se calhar, ainda bem que não foi produzido, teria ficado conhecido como “o Stromp da derrota”, tal como as camisolas laranja dessa época.

Stromp-12-13-camisola Stromp-12-13-equipamento