Category Archives: Macron

Obrigado, MEO!

O meu comando da meo andava marado, aquilo para mudar de canal era um suplício. Às tantas telefonei-lhes a pedir um novo, disseram que sim senhor e no dia seguinte terça-feira iam entregar. Custo de €10 porque quando perguntaram se alguma vez o comando tinha caído ao chão, eu feito tolo disse que sim. OK, 10 euritos em troca de paz de alma no momento do zapping.

Pois não vieram na 3ª, foi só na 6ª. Sem espinha, o comando já estava mau há uns 3 meses, eu sou é preguiçoso e demorei a tratar do assunto, portanto 3 dias em cima de 3 meses não foi problema.

No domingo telefonam-me – da Meo. A pedir desculpa pelo atraso na entrega, e a perguntar se eu estaria interessado em bilhetes para ir ver o Sporting-Maribor. Ora claro que estava! Só tenho GB liga!

Mas aí veio a surpresa: perguntaram se estaria interessado numa camisola do Sporting! Perguntar isso ao coleccionador de camisolas do Sporting é como perguntar ao viciado se quer mais um chuto – pois claro que quis! No dia seguinte fui à loja Meo no Saldanha, e pimba! Dois bilhetes, a camisola que aqui mostro, e ainda deram mais um cache!

Obrigado MEO! Mas acho que de agora em diante, o meu comando se estraga semana sim semana não!

A camisola veio assim, empacotadinha, e decidi que não a vou desempacotar, o máximo que a tirei do embrulho foi mesmo isto.

meo-Sporting-macron obrigado-meo-Sporting

Camisola de jogo do Wilson 2014/15

Sei que esta camisola é mesmo de jogo, do Wilson Eduardo na pré-época, porque é a que está em exposição no Museu Mundo Sporting, a quem foi entregue por Inácio. Recebi fotos, com muita simpatia da Conservadora do Museu, a quem deixo o meu agradecimento.

A má notícia aqui, é que é em tudo igual às réplicas de loja. Vai-se tornar complicado saber que camisolas são de jogo e quais não…

camisola de jogo do Wilson Eduardo 2014/15

Macron vs Adidas, Reebok, e Puma, em fotos

Pedi ao meu amigo Hugo Costa que tirasse fotos da nova camisola Macron do Sporting ao lado de camisolas antigas, das três marcas anteriores: Adidas, Reebok, e Puma, que no seu todo representam mais de 20 anos de equipamentos do futebol do Sporting. Estão aqui as fotos. Sem comentários, cada um que pense o que quiser!

Adidas9495-Macron1415-1 Adidas9495-Macron1415-2 Adidas9697-Macron1415-1 Adidas9697-Macron1415-2 Telecel9900-Macron1415-1 Telecel9900-Macron1415-2 PT0001-Macron1415-1 PT0001-Macron1415-2 Puma0607-Macron1415-1 Puma0607-Macron1415-2

A turma de verde/verde

Já há muitos anos que apareceu o buraco verde nas costas das camisolas. Antes, no antigamente, havia um número preto, em feltro ou em pano, por cima das listas. depois, para se ver melhor começaram a ter um quadrado de pano branco por cima do qual coziam o número. O quadrado era o mais pequeno possível!

Com a Adidas o pano foi substituído por uma interrupção das listas, o mais pequena possível para meter o número.

Foi com a Reebok que apareceu o buraco mesmo buraco: foi em 2004/05, e era um buraco branco, enorme.

No ano do Centenário não houve buraco, tivemos camisolas praticamente perfeitas.

Com a Puma, o buraco instalou-se de forma quase definitiva, em verde, enorme. Com listas interrompidas, em geral apenas com uma ou duas listas no fundo das costas. Muito feio, tal como quando a Reebok o fez, mas pelo menos o Sporting em diversas épocas vendeu camisolas listadas puras. Nem sempre, mas muitas vezes.

Em 2011/12 e 2012/13, nas competições nacionais as camisolas foram de novo perfeitas, listadas puras. Na Europa a UEFA não deixa (há filhos e enteados), e lá havia o buraco. A verdade é que com o número negro modelo da Liga em cima das listas, via-se mal. à distância no estádio, ou na TV, não se via nada. Mas eram lindas.

No último ano da Puma voltou o buraco verde, com duas listas no fundo. Mas havia uma versão listada pura à venda, a camisola comemorativa da Taça das Taças.

Este ano, com a Macron, temos um buraco verde puro, que, tal como os buracos negros engolem toda a uz, este engole todo o branco. Não há lista nenhuma, são mesmo costas totalmente lisas. Nunca antes tivemos isto.

E não, não gostamos, nem eu nem ninguém, à parte provavelmente da UEFA. Aliás, com os calções verdes, já faltou mais para equiparmos com cor única – totalmente de verde, sem listas. Passaremos a ser “a turma de verde/verde”.